Valorizamos Profissionais
Desfrute de vantagens únicas Seja Associado

Mensagem 35 Anos

Manuel Patuleia
Presidente da Direcção Central

Caros Consócios,

Procurar historiar em breves palavras o intenso trabalho realizado nos 35 anos de existência da APOTEC é uma tarefa algo difícil, mas é meu dever tentar de alguma maneira aproveitar a ocasião e salientar a actividade nacional associativa da APOTEC:

– Registam-se actualmente 5.500 associados individuais e 230 colectivos;
– Existem 9 Secções Regionais activas, o que ilustra a acção descentralizadora da APOTEC;
– A Formação Profissional qualificada e adequada às continuas exigências dos profissionais, sendo nos dias actuais, um desafio à qualidade e às capacidades técnicas, bem como à sobrevivência face à concorrência desleal e às medidas corporativas do sector;
– A edição mensal, desde 1977, do “Jornal de Contabilidade”;
– A edição trimestral, desde 1997 do “Boletim do Centro de Estudos da História de Contabilidade”;
– A edição de diversos Livros;
– Uma Biblioteca, onde estão registadas mais de 3.700 obras;
– Vinte e sete promoções de Jornadas sobre Contabilidade e Fiscalidade, História da Contabilidade, Congressos e Conferências;
– Os Protocolos com Associações Privadas nacionais e internacionais de Contabilidade e Fiscalidade, Bancos, Seguradoras, Instituições de Ensino Superior da Contabilidade e Editoras, etc.;
– Disponibilização gratuita aos Associados do Consultório Técnico que responde a uma média de 1.000 questões por ano;
– E desde 1987 e até 2009, presença constante na comissão executiva e no conselho geral da Comissão de Normalização Contabilística. A saída das Associações Privadas da Contabilidade do seio da CNC é algo que até hoje se encontra por explicar e por corrigir!

Sabendo quanto é difícil a existência de Associações independentes dos poderes públicos pode-se compreender a trajectória da APOTEC, que só foi e continua a ser possível com grande espírito democrático, de seriedade, de conhecimento, de entendimento, de rigor e ética.

Os 35 anos que neste ano se comemoram dão-nos satisfação, maior responsabilidade e também alguma preocupação.

Satisfação – porque a APOTEC continua viva e determinada, sobretudo em continuar a apoiar o desempenho dos profissionais, com ética e competência.

Maior responsabilidade – naturalmente face às constantes alterações legislativas, declarativas e responsabilizadoras desta classe profissional, que se encontra à mercê da publicação de leis, que não sendo pensadas maduramente têm a agravante de não serem também introduzidas atempadamente, de modo a alcançarem a tão desejada eficácia e eficiência tributárias.

Alguma preocupação – a situação económica e financeira do país e da Europa, não é alheia aos profissionais que no dia-a-dia movimentam os números, as contas!

Uma sociedade onde em muitos casos o sucesso depende apenas de sensibilidades e oportunismos, onde o trabalho e a competência não formam por si só uma componente de orgulho mas sim de inveja, tem que ter a coragem de mudar mentalidades, tornando-se mais exigente, mais rigorosa e menos corporativa.

Tememos que, se não houver um acentuado desenvolvimento económico, se a justiça não for mais célere, se o mundo académico não se aproximar o suficiente da realidade empresarial e profissional, e se não forem transmitidos exemplos de excelência e valorização de padrões de conhecimento efectivo sem subserviência a interesses instalados, e se a gestão das empresas não caminhar rapidamente para uma cultura de rigor, certamente a sociedade portuguesa irá continuar a sofrer consequências bastante desastrosas.

A APOTEC ocupa o lugar que os Associados determinam e deseja que as relações, em especial, com o mundo da contabilidade, fiscalidade e gestão se processem dentro de um espírito de entendimento, colaboração e respeito.

Para alcançarmos os objectivos a que nos propomos e para bem dos profissionais e empresários teremos que saber responder a estes desafios.

Obrigado a todos os que nos têm acompanhado neste apaixonante percurso de 35 anos.

Parabéns à APOTEC!